domingo, 29 de julho de 2012

São Germano de Auxerre não afastou os ladrões porque estava combatendo

Batalha de Bouvines
Batalha de Bouvines
Nossos pais acreditavam que os santos padroeiros dos povoados – João o ‘Silenciário’, Domingos o ‘encouraçado’, Tiago o ‘Interciso’ , Paulo o Simples, Basílio o Eremita, e tantos outros – não foram alheios ao triunfo das armas pelo qual as colheitas foram protegidas.

No próprio dia da batalha de Bouvines, ladrões se introduziram, em Auxerre, em um convento sob a invocação de São Germano, e subtraíram os vasos sagrados.



São Germano de Auxerre
São Germano de Auxerre
O sacristão apresentou-se diante do relicário do bem-aventurado bispo, e lhe diz, gemendo: “Germain, onde estava quando esses bandidos ousaram violar teu santuário?”.

Uma voz saindo do relicário respondeu:

“Eu estava próximo de Ciseing, não distante da ponte de Bouvines; com outros santos, ajudei os franceses e seu rei, a quem uma vitória brilhante foi dada por nosso socorro!”: “Cui fuit auxilio victoria praestita nostra”


(Fonte : François René Chateaubriand, « Mémoires d’outre-tombe », Librairie Générale Française, 1973, Tomo I, pp. 339-340).



GLÓRIA CRUZADAS CASTELOS CATEDRAIS HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS

Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.