domingo, 19 de outubro de 2008

Milagre eucarístico de Lanciano confirmado pela ciência

No século VIII, em Lanciano, Itália, um monge que duvidava da presença real de Cristo nas espécies eucarísticas viu a sagrada hóstia transformar-se em carne e o vinho em sangue.

No século XX, o Dr.Edoardo Linoli, professor de Anatomia e Histologia Patológica, de Química e Microscopia Clínica, analisou as relíquias do milagre e constatou tratar-se de carne do miocárdio (coração), e que o sangue é do grupo AB, o mesmo do Santo Sudário de Turim.

Uma comissão da Organização Mundial da Saúde (OMS) realizou durante 15 meses meio milhar de exames científicos, que confirmaram esses resultados. O prof. Linoli apresentou tais informações em Roma num Congresso sobre milagres eucarísticos.

Desejaria receber gratuitamente 'Orações e milagres medievais' em meu e-mail

GLÓRIA CRUZADAS CASTELOS CATEDRAIS HEROIS CONTOS CIDADE
Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVAL

Um comentário:

  1. Este milagre extraordinário até hoje se encontra em exposição em Lanciano. Alguns opositores, em sites, contestam sua veracidade. Ora, isto não tem o mínimo cabimento. Não esquecer que a Igreja, que é rigorosa em reconhecer milagres dos próprios Santos, jamais iria fazer uma leviandade e expô-la publicamente, Muitos outros milagres o confirmam. Em Cáscia, 1330, o padre colocou a hóstia dentro do livro, ela sangrou e até hoje é venerada na basílica de Santa Rita. Em Siena, desde 1730, existem, até hoje, à exposição pública, 223 hóstias milagrosamente intactas. Existem, ainda, no mundo, cerca de 130 milagres eucarísticos catalogados na Internet. Portanto, Jesus, fora de dúvida, está vivo na eucaristia

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.