domingo, 4 de abril de 2021

Santa Teresa: oração pelas necessidades da Igreja

Santa Teresa de Jesus de Avila, em 1615 Peter Paul Rubens(1577-1640) Kunsthistorisches Museum, Viena
Santa Teresa de Jesus de Ávila, em 1615.
Peter Paul Rubens(1577-1640) Kunsthistorisches Museum, Viena
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Pai Santo, que estais no Céu, espero que não sejais ingrato, a ponto de não atender a súplica que vos fazemos para honra de vosso Filho.

Senhor, não vos fazemos este pedido por nós mesmos, pois não o merecemos, mas pelo Sangue de vosso Filho, por seus merecimentos e os de sua Mãe gloriosa, e pelos méritos de tantos mártires e santos que morreram por Vós.

Ó Padre Eterno! Tantos açoites, tantas injúrias, tão gravíssimos tormentos não podem ser ignorados.

Ó Criador meu, entranhas tão amorosas como as vossas não podem consentir no desprezo do que vosso Filho fez com tão ardente amor!

O mundo está ardendo, querem crucificar Cristo novamente, demolir a sua Igreja.

Detalhe de As tentações de Santo Antão. Jan Brueghel o Velho (1568 – 1625) Museu Nacional de Escultura de Valladolid
Detalhe de As tentações de Santo Antão.
Jan Brueghel o Velho (1568 – 1625) Museu Nacional de Escultura de Valladolid

Os Sacramentos são abolidos, as igrejas fechadas ou destruídas, inúmeras almas são condenadas.

Meu Senhor e meu Deus, dai fim ao mundo ou remediai tão gravíssimos males, pois nem mesmo corações tão maus como os nossos conseguem suportar tudo isso.

Suplico-Vos, ó Padre Eterno, que Vós mesmo não o suporteis.

Apagai esse fogo, Senhor, pois tendes poder para fazê-lo, se o quiserdes.

Algum recurso deve existir, aplicai-o Vossa Majestade.

Tende pena de tantas almas que se perdem, e favorecei a vossa Igreja.

Não permitais ainda mais danos à Cristandade.

Lançai vossa luz sobre essas trevas. Já, Senhor! Já, Senhor!

Fazei serenar este mar, poupando à nau da Igreja tão persistente tempestade.

Salvai-nos, Senhor meu, do contrário naufragaremos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.