domingo, 15 de julho de 2012

Intimidade de duas mães

Rocamadour, imagem que resgatou muitos escravos cristãos da escravidão dos maometanos
O Bem-aventurado bispo de Gênova Jacques de Voragine conta que uma viúva tinha um filho único, a quem queria muito.

Sabendo que ele tinha sido feito prisioneiro pelos inimigos, acorrentado e posto na prisão, ficou profundamente triste.

Dirigindo-se a Nossa Senhora, por quem tinha devoção especial, pediu-lhe com insistência a liberdade de seu filho. Passou-se um tempo, e ela não viu o fruto de suas preces.

Dirigiu-se então a uma imagem de Maria com o Menino Jesus ao colo, na igreja, e disse:
— Santa Virgem, eu vos supliquei a liberdade de meu filho e não quisestes vir em socorro desta mãe infeliz. Implorei vossa proteção para meu filho, e a recusastes. Assim como meu filho foi levado, levarei o vosso, e o guardarei como refém.


Dizendo isso, tomou a imagem do Menino do colo da Virgem, levou-a para casa, envolveu-a em linho, e colocando-a em um cofre, fechou-a à chave, contente por ter um tão bom refém como garantia da volta de seu filho.

Na noite seguinte Nossa Senhora apareceu ao rapaz, abriu-lhe a porta da prisão e lhe disse:
— Diz à tua mãe, meu rapaz, que ela entregue meu Filho, agora que entreguei o dela.

O rapaz foi encontrar-se com sua mãe e relatou-lhe a miraculosa libertação. A mãe, radiante de alegria, apressou-se a entregar o Menino Jesus a Nossa Senhora:
— Eu vos agradeço, celestial Senhora, por me restituirdes o filho, e em troca restituo o vosso.

(Fonte: Jacques de Voragine, "La Legende Dorée")



GLÓRIA CRUZADAS CASTELOS CATEDRAIS HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS

Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Um comentário:

  1. Olá, amigo! Muito linda, maravilhosa história e estou tentando postá-la no Alfa & Ômega, mas não estou conseguindo, pois o Blogger é doidinho. Preciso ter paciência, depois ele aceita e publica.Só vai faltar o seu nome. mas procurei dar-te os devidos créditos.Ok? Grande abraço e obrigada!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.