domingo, 27 de dezembro de 2009

“Elefantes cristãos” de Orissa não saíram de uma lenda medieval mas apavoram anti-cristãos


Muitas vezes se diz que os milagres e fatos portentosos que acontecidos na Idade Média são narrações próprias para espíritos primitivos, subdesenvolvidos que acreditam em qualquer infantilismo.

Entretanto, a evidência mostra que essa interpretação está desconectada da realidade.

Na nossa época, tão penetrada pelo ateísmo prático, acontecem fatos em que o sobrenatural se faz sentir com a força e a candura típica da era medieval.

Eis um fato que está se dando no dia e hora que escrevemos:

Ele acontece em Orissa, Índia, onde há quase dois anos ocorrem atrozes perseguições anti-cristãs praticadas por hinduístas. Porém, há alguns meses, como que guiados por mão não humana manadas de elefantes estão punindo os perseguidores.

A matéria a seguir, de autoria do Pe. Sunil de Silva e publicada no site da arquidiocese de Colombo [Ceilão], em 9 de dezembro de 2009, dispensa comentários.

Em julho de 2008, estorou uma grave perseguição contra os cristãos no estado indiano de Orissa [Bahia de Bengala, parte oriental da Índia]. Uma freira de 22 anos de idade foi queimada viva quando multidões enfurecidas incendiaram um orfanato na aldeia de Khuntpali, no distrito de Barhgarh.

domingo, 1 de novembro de 2009

Saudação 'Salve Maria': Ave Maria! Ave Bernardo!




Nada mais suave para os ouvidos de Maria do que a voz de seus filhos, dirigindo-lhe a saudação angélica.

Esta saudação faz estremecer-lhe o coração, como no dia da Anunciação.

O fato seguinte o prova com evidência, e se deu com São Bernardo, um dos mais ilustres servos de Maria.

No meio do século XII, existia nas florestas que separam as Flandres do Brabante uma ermida de religiosos beneditinos, célebre sob o nome de abadia de Afligem.

Bernardo, percorrendo a Alemanha para pregar a segunda Cruzada, foi descansar alguns dias no piedoso convento. Uma estátua de Maria estava no fundo do claustro, na grande galeria.

Com o divino filho nos braços, Maria parecia olhar com ternura para os religiosos que ali passavam. Bernardo dirigia-lhe a saudação angélica todas as vezes que passava diante dela:

— Ave, Maria! — dizia ele.

Um dia, ajoelhou-se aos pés da imagem, repetindo com efusão sua saudação favorita. No momento em que acabava de dizer “Ave, Maria!”, da imagem Maria respondeu:

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Santa Teresinha do Menino Jesus: uma alma "medieval" no século XIX, doce e heroica

A era medieval é um período histórico muito definido: vai desde o fim do Império Romano até a descoberta de América em 1492 (para alguns até a queda de Constantinopla em 1453).

Porém, o espírito medieval atravessou as épocas posteriores. Ele ficou como um modelo ideal que trascende o tempo.

Esse ideal ardeu intensamente na alma dos santos, embora se fale pouco disso. Um dos tantos exemplos foi nos dado por Santa Teresinha do Menino Jesus.

A grande carmelita de Lisieux desejava passar o Céu fazendo o bem na Terra, mas não tinha uma alma débil, desprovida de personalidade e força de caráter, que fugia do sofrimento e da luta.

Se assim o fosse, não teria sido elevada às honras dos altares, nem teria sido apresentada ao mundo católico como "uma nova Joana d'Arc" pelo Papa Pio XI (a 18 de maio de 1925).

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Madonna fez show ofensivo, mas saiu como fugindo da Polônia

Afinal, a cantante Madonna fez seu show no antigo aeroporto militar de Bemowo, em Varsóvia, capital da Polônia, em ato de provocação à Nossa Senhora na festa da sua gloriosa Assunção.

Mas, as dezenas de milhares de mensagens de protestos católicos vindos da Polônia, dos EUA e do Brasil (captura ao lado), ajudaram a erigir uma muralha de horror em torno da blasfêmia.

Blasfemar é uma ofensa ao Céu comparada pela teologia moral ao ato irracional de cuspir para o céu.

Deus, Nossa Senhora, os santos e os anjos não são atingidos por essas baixezas.

O que causa verdadeira dor a Nosso Senhor Jesus Cristo, a Nossa Senhora é a indiferença dos que Eles mais amam, isto é os católicos.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Poderemos oferecer um gesto de amor filial a Nossa Senhora?

Prezado assinante do blog “Orações e milagres medievais”:

Excepcionalmente postamos esta matéria vivamente impressionados por uma ofensa a Nossa Senhora que se tenta fazer numa nação católica, muito amada pela Mãe de Deus: a Polônia.

Lá está programado que a cantante americana “Madonna” faça um show no aeroporto de Varsóvia, a capital da Polônia, no dia 15 de agosto, que é a festa da Assunção de Nossa Senhora.

Esse dia é a festa nacional da Polônia, em que centenas de milhares de peregrinos vão venerar Nossa Senhora de Czestochowa, padroeira do país, no mosteiro de Jasna Gora. Muitos deles peregrinam a pé durante semanas.

Se isso for feito num país tão católico amanha poderá ser tentado no Brasil!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

O misterioso barrilzinho do ermitão corajoso e o impenitente

Bayeux, catedral na brumaHavia nos confins da Normandia um destemido cavaleiro, cujo nome causava terror na região. De seu castelo fortificado junto ao mar, não receava nem mesmo o rei.

De grande estatura e belo porte, era no entanto vaidoso, desleal e cruel, não temendo a Deus nem aos homens.

Não fazia jejum nem abstinência, não assistia à Missa nem ouvia sermões. Não se conhecia homem tão mau.

Numa Sexta-feira Santa, bradou ele aos cozinheiros:
— Aprontai-me para o almoço a peça que cacei ontem.

Ouvindo isto, seus vassalos exclamaram:
— Senhor, hoje é Sexta-feira Santa. Todos jejuam, e vós quereis comer carne? Crede-nos: Deus acabará por vos punir.
— Até que tal aconteça, terei enforcado e roubado muita gente.
— Estais seguro de que Deus tolerará mais isso? Vós devíeis arrepender-vos sem demora. Em um bosque vizinho há um padre eremita, varão de grande santidade. Vamos até lá e confessemo-nos — insistiram os vassalos.
— Confessar-me? Aos diabos! — respondeu com desprezo o senhor.
— Vinde ao menos fazer-nos companhia.
— Para me divertir, concedo. Por Deus, nada farei.